Linfoma de Hodgkin

O Linfoma de Hodgkin um tipo de câncer que caracteriza-se pelo aumento progressivo dos nódulos linfáticos, os chamados gânglios (ou ínguas). Pode causar ainda inchaço do fígado e do baço, além de anemia. Foi descrita pela primeira vez em 1832 por Thomas Hodgkin, daí o seu nome.

Entretanto, somente quase 80 anos mais tarde, dois outros médicos-pesquisadores descreveram a doença de forma adequada a doença, caracterizando-a definitivamente. Ainda hoje não se sabe, com certeza, o que a causa o Linfoma de Hodgkin, mas é possível que seja uma combinação de fatores relacionados ao paciente e algum fator externo. Porém, sabe-se, com certeza, que a doença é de natureza maligna.

Incidência

Linfoma de Hodgkin é um dos três tipos de câncer mais comuns na infância.

No mundo todo, é muito raro antes dos cinco anos de idade, aumentando, gradativamente, a incidência, atingindo um pico por volta dos 30 anos e outro pico após os 50 anos. No Brasil, a situação é semelhante, entretanto, o primeiro pico de incidência ocorre um pouco mais cedo, antes da adolescência. Infância (pacientes até 14 anos),

  • Adolescência e adultos jovens (15 a 34 anos) e
  • Adulta (acima de 35 anos).

Como em todos os tipos de doença maligna, quando manifestado em crianças, o Linfoma de Hodgkin apresenta diferenças em relação a sua manifestação na fase adulta. Geralmente, essas diferenças estão relacionadas à biologia da célula comprometida e à natureza da apresentação clínica. O Linfoma de Hodgkin é mais frequente em meninos.

Veja mais Informações sobre Doenças

Ajude nossas crianças e jovens
a realizarem os seus sonhos.

Doações:(12) 98181-0123