GACC vai à Escola

Pensar na cura do câncer significa oferecer condições para que a criança e o adolescente se transformem em adultos produtivos, com processos efetivos de desenvolvimento do seu potencial e de formação, o que só pode ser alcançado através da educação. O Projeto GACC vai à Escola foi criado para garantir a reinserção escolar dos pacientes em tratamento oncológico que precisam se afastar da escola ou que perderam muitas aulas, suprimindo a defasagem sócio educacional e possibilitando perspectivas de futuro. A evidência da grande evasão escolar após a alta médica para a volta às aulas motivou a estruturação de um processo de desmistificação da doença, erradicação do preconceito, o bom acolhimento e respeito pelas diferenças, juntamente com o reforço escolar do paciente e reinserção deste na educação formal.  Este projeto auxilia no retorno da criança e jovem com câncer para o ambiente escolar, além de trabalhar o diagnóstico precoce do câncer infanto-juvenil e a prevenção do câncer na vida adulta.

Para isso, trabalhar a conscientização de alunos, pais e professores sobre a doença, através de palestras, visitas à escolas e utilização de material educacional. 

O projeto também conta com cadernos e livros. O caderno possui um encarte: a História do Neco, que esclarece todo o processo do câncer, desde a sua descoberta até alguns dos efeitos colaterais produzidos pelos medicamentos, e ensina como acolher um amigo doente no momento do retorno para a escola.

O projeto conta também com a publicação de alguns livros, de autoria da psicóloga da Instituição, Bianca Molica Ganuza: 

O dia em que o tênis do Duda sentiu raiva: O Duda era um menino muito birrento. Ele queria tudo na hora; não aguentava esperar, e escutar um não como resposta era sempre um problema. Sua mãe, a Dona Ana, já não sabia mais o que fazer. Quando alguma coisa acontecia diferente do que Duda esperava, ele chorava, jogava seus brinquedos no chão, chutava o cachorro, empurrava a irmãzinha e gritava com a mãe. Até o dia que alguma coisa aconteceu com seu tênis preferido.  

Um desafio para o Curumim: O Curumim, filho do cacique, era um desses meninos que estragava o jogo de propósito, chamava os outros índios por apelidos que eles não gostavam, fazia brincadeiras de mau-gosto e ainda colocava a culpa em outros indiozinhos. Na frente dos adultos, fingia ser educado, mas por detrás, até eles, os adultos, recebiam apelidos que só faziam as pessoas se sentirem muito mal. O que o Curumim não esperava era ter de passar por um desafio para se tornar Cacique um dia. Um desafio para o Curumim aborda a importância do respeito às diferenças e conta com atividades que podem ser desenvolvidas em casa e em sala de aula. 

Lelê tem medo de que?: Afinal, por que sentimos medo? A Lelê não sabia, mas certo dia, uma história que morava lá no sótão da sua cabeça resolveu escorregar para o papel.

E Agora?: Sabe aquelas coisas que acontecem na vida, mesmo sem a gente querer? Foi isso que aconteceu com a Clarice na escola. Ela recebeu a pior nota de todos os tempos, na prova de matemática e está a tarde inteira trancada no quarto, chorando sem parar. E agora? Uma história de educação emocional para crianças e educadores, que buscam superar suas dificuldades para uma vida mais feliz.

Procuram-se Criaturas Mágicas!: Fadinha era uma aluna tagarela que de tanto falar sua língua ficou toda amarela. Mas não se assuste! Isso acontece mesmo com as fadas. Se bem que depois do estágio no hospital com a Senhora Contadora de Histórias... Fadinha nunca mais foi a mesma! Uma história de educação emocional para crianças e educadores, que buscam desenvolver a empatia e a capacidade de ouvir para uma vida mais feliz. 

Todos estes livros trazem atividades recreativas, que, além de informarem, tornam a leitura atraente e divertida. Este Projeto foi desenvolvido através da parceria com o Instituto Embraer e o Instituto EDP – Bandeirante Energias do Brasil. 

Mais de 500 cadernos doados.
Mais de 300 livros doados.  
Mais de 300 agendas doadas.  
Mais de 150 escolas visitadas.  
Mais de 820 aulas de reforço escolar.  
Mais de 300 crianças atendidas.

Veja mais Projetos

Ajude nossas crianças e jovens
a realizarem os seus sonhos.

Doações:(12) 98181-0123